LEAN MANUFACTURING: AS FERRAMENTAS QUE SERVEM PARA A INDÚSTRIA DA MODA

Dec 5, 2019 5:44:14 PM

Hoje, a abordagem Lean é crucial para qualquer fabricante de bens de consumo e a moda não se esquiva dessa avaliação, mas está entre os setores que podem se beneficiar mais rapidamente, ainda mais em um ambiente de mercado global. Desde que você tenha as ferramentas de gerenciamento corretas. Veremos em particular as ferramentas para o setor da moda que é mais útil integrar na filosofia Lean Manufacturing.

 

Lean Manufacturing no cenário 4.0

 

Antes de prosseguir, especificamos que o Lean Manufacturing e Industria 4.0 andam de mãos dadas, também porque a tecnologia para melhorar a produção é um dos pontos principais do Lean. Para tirar o máximo proveito do Lean, é importante poder ler e analisar os dados, usando tecnologias e software de IoT. Assim, não apenas é realizado o gerenciamento completo dos processos de produção, mas isso se torna possível em tempo real e as vantagens do conhecimento detalhado de todas as fases são refletidas nas partes interessadas ao longo da cadeia de suprimentos, incluindo o cliente final. Não se trata apenas de economizar tempo e dinheiro, há uma mudança de paradigma produtivo em jogo, graças à qual é possível obter resultados antes impensáveis, por exemplo, tendo a qualidade e as vantagens da produção em larga escala, mesmo para pequenas encomendas, ou, realizar uma verificação de qualidade em 100% das mercadorias e não na amostra e, novamente, produzir sob medida e reduzir o estoque.

O Lean Manufacturing 4.0 tem um impacto direto na organização do trabalho e contribui para aprimorá-lo progressivamente, graças ao feedback obtido no mesmo processo de produção. Como? Através do software de gerenciamento, chamado ERP (Enterprise Resource Planning). A ferramenta é apenas uma, mas, na realidade, contém muitas, geralmente articuladas em uma estrutura modular, portanto, um pacote de software ao mesmo tempo sintético e analítico, que pode ser escolhido para adquirir progressivamente (em vez de integralmente), com base no orçamento disponível e no nível de implementação Lean alcançado pela estrutura de produção. Vamos ver em detalhes como um ERP está estruturado e quais ferramentas ele contém para o benefício do Lean 4.0 para empresas do setor de moda.

 

ERP para as fases da produção

 

O gerenciamento de dados do produto (PDM) é a ferramenta que permite definir o conjunto de informações necessárias para a produção da peça acabada: ciclo de processamento, materiais, ferramentas, especificações técnicas, tolerâncias, medições e assim por diante. Não é algo estático, mas pelo contrário é dinâmico, porque durante o ciclo de vida do produto, desde a fase do modelo até o protótipo de produção final, o PDM é enriquecido com todas as informações necessárias para sua realização. É o campo chave do setor técnico, do produto e do setor de engenharia.

Portanto, o ERP possibilita definir e controlar todo o ciclo de vida do produto, através de uma análise cuidadosa das especificações técnicas, dos processos necessários para fabricá-lo e dos custos envolvidos. Significa fazer uma ficha de dados técnicos da peça, ou acessório, que leve em consideração todos os aspectos, do modelo aos tamanhos e cores, até os custos.

Outra coisa é o gerenciamento do ciclo de vida de produtos de moda, confiado ao PLM (Product Lifecycle Management) e ao setor de estilo, o principal usuário da ferramenta PLM. Dessa forma, entra em jogo o real impacto no mercado do modelo, com informações relacionadas, por exemplo, ao seu marketing, satisfação e até descarte.

Posteriormente, o ERP entra na fábrica e analisa as fases de processamento, ou seja, acompanha o processo, medindo sua eficiência e modulando o trabalho com base nas necessidades (tempo, dificuldades de implementação, habilidades dos trabalhadores), mesmo em tempo real. É aqui que as vantagens do Lean Manufacturing podem ser vistas imediatamente, porque o setor de produção e o gerente da fábrica podem ver imediatamente uma melhoria líquida nos resultados da produção simplesmente lendo os relatórios produzidos pelo software, hora a hora, dia após dia Para uma empresa de manufatura da moda, 80% dos custos estão concentrados na fase de produção. Por esse motivo, controlá-la, gerenciá-la e torná-la eficiente é muito importante.

Para o gerente de qualidade e o gerente de produção, é essencial ter uma ferramenta para medir o desempenho, com foco principalmente no controle de qualidade; de ​​fato, a filosofia Lean, juntamente com a tecnologia, permite identificar claramente o defeito e sua origem, para resolver o problema raiz.

 

Da produção ao ponto de venda

 

Seguindo a jornada da peça ao longo das fases de produção e vendas, a logística representa outro momento crucial em que as possibilidades de otimização são consideráveis ​​e pesam significativamente nos custos da empresa. Também para a logística, há um módulo dedicado nas suítes de gerenciamento e envolve as funções do gerente de logística. A partir daqui, o produto chega às mãos de quem o distribui, que pode ser o mesmo fabricante ou um varejista do cliente. A tecnologia também segue e analisa essa fase , por exemplo, monitorar vendas e retornos pode ajudá-lo a entender o que estava errado ou o que estava certo em uma coleção de roupas. Porém, antes de sair literalmente da fábrica, o ERP na óptica de fabricação enxuta oferece uma ferramenta de inteligência de negócios e análise de dados, configurável com base nas necessidades do fabricante.

Aqui estão as variações que um ERP deve ter para poder enfrentar os desafios da globalização no mundo da moda.

Topics: Industria 4.0 Moda, ERP Fashion, Software Moda