SOFTWARE DE VESTUÁRIO: AUTOMATIZAR OS PEDIDOS PARA MELHORAR A PRODUÇÃO

Feb 20, 2020 2:50:39 PM

Hoje, o software de vestuário representa um recurso fundamental para quem trabalha no setor da moda. Entre eles, os fabricantes que produzem peças de roupas acabadas ou componentes feitos sob medida como terceirizados têm a oportunidade de otimizar suas atividades automatizando diferentes fases do processo. Em outras palavras, é uma questão de controlar o progresso, a qualidade e os tempos de produção, com os custos sempre sob controle. Uma meta que pode ser alcançada com um sistema de gerenciamento vertical e completo, ou seja, com um software de vestuário desenvolvido especificamente para empresas cujo negócio principal é a criação do produto acabado ou produtos semi-acabados de acordo com as especificações do cliente.

 

Como o software do vestuário ajuda a gerar a cotação

 

Como esse tipo de empresa está posicionado acima de tudo no mercado B2B, depende de sua capacidade de atender às necessidades do cliente (e de satisfazê-las) da própria possibilidade de continuar competindo e conquistando a concorrência. De fato, o jogo não é jogado apenas pelo menor preço, mas pela conformidade entre o que é produzido e as indicações recebidas, bem como nos prazos de entrega. Isso significa que, a partir do momento da estimativa, não é possível ser apenas aproximado, pois um cálculo incorreto resultaria em uma perda segura. Você já teve que desistir de pedidos porque pensou que estava saturado e não? Ou, talvez pior, aceitar um pedido a um preço muito baixo comparado ao seu custo real?

Portanto, um software de vestuário é capaz de gerar uma estimativa real dos custos de produção, deduzindo-o do cálculo das porcentagens de eficiência, dos tempos esperados e dos recursos que devem ser usados ​​para fazer um determinado item ou parte dele. Não é só isso. O software de roupas permite planejar lançamentos cruzando vários pedidos que podem ser produzidos simultaneamente e, assim, evitando o risco de gargalos, limitando a lentidão inesperada nos ciclos de produção de toda a planta e otimizando o fluxo de produção para evitar perdas de eficiência.

 

Uma automação que vai da Ficha Técnica até o MES

 

A geração automática de uma cotação e o planejamento ou programação dos fluxos de produção são possíveis porque o software de vestuário é uma arquitetura que contempla diferentes funções integradas. A partir dos cadastros técnicos, nos quais são catalogados materiais, artigos, produtos semi-acabados, clientes, fornecedores, etc., passando pelos configuradores, que assimilam as características e as especificações técnicas gerais (lista de materiais, ciclo operacional, instruções de embalagem) associadas a um modelo específico, o software de vestuário atende a todas as necessidades de uma indústria no setor da moda. Além disso, eles fornecem correlação com os sistemas MES (Manufacturing Execution System) que permitem verificar o andamento de um trabalho em tempo real e as estimativas de conclusão esperadas, tanto em nível geral quanto para cada estação individual. É óbvio que a automação do gerenciamento de uma ordem de serviço não protege você de ter que lidar com emergências, devido a solicitações de última hora ou tempo de inatividade devido a falhas e mau funcionamento. A diferença é que, sem um software de vestuário, a emergência é a norma, e não a exceção.

 

Vestuário personalizado, qualidade e muito mais com o software de vestuário

 

Um dos exemplos clássicos de desvio da rotina da fábrica é a chamada "peça feita sob medida" que, se não for gerenciada adequadamente, corre o risco de bloquear uma ou mais estações de trabalho ou perfurar as datas de entrega previstas. Também neste caso, o software de vestuário atua como um aliado, ajudando a reprojetar homogeneamente a carga de trabalho na fábrica, privatizando os recursos do "Produto sob Medida". Da mesma forma, a qualidade está entre as questões centrais, tanto com o objetivo de consolidar o relacionamento com o cliente quanto com as ineficiências que se refletem necessariamente no desperdício e no aumento dos custos. Portanto, poder gerenciar a qualidade em uma perspectiva automática se torna uma fonte adicional de otimização para o setor. Para concluir, a contribuição do software de vestuário não se limita exclusivamente à fase de produção, mas também abrange logística e armazém, compras, faturamento, pedidos e assim por diante. É sua dimensão modular, de fato, que garante uma tendência à cobertura exaustiva de todos os processos mais importantes da empresa de moda.

Topics: MES Moda, Software Moda